Notícias

Falta de descanso pode afetar o coração

A quantidade de horas de sono por noite pode influenciar diretamente na saúde do coração. Vários estudos já apontaram que corpo humano precisa de pelo sete horas para apresentar bom desempenho nas tarefas do dia seguinte.
As pesquisas já apontaram que o acúmulo de horas de sono perdidas durante a vida pode até encurtar a expectativa de vida das pessoas. “Os efeitos do sono insuficiente podem exercer profundos efeitos negativos sobre a memória, o aprendizado, a criatividade, a produtividade, a estabilidade emocional e a saúde física”, explica o cardiologista do Centro do Coração de Londrina, Ricardo José Rodrigues.
O médico acrescenta que alguns estudos mais aprofundados na área comprovaram que o risco de doenças cardiovasculares e de acidentes vasculares cerebrais é maior nas pessoas que dormem menos de seis horas por dia.
“Claro que pode variar de organismo para organismo, mas basta uma noite insuficiente de sono para elevar a pressão sanguínea dos hipertensos durante todo o dia seguinte”, comenta o médico.
A calcificação de artérias coronárias e a elevação dos níveis de fatores inflamatórios ligados às doenças do coração também estão diretamente relacionados à horas deficitárias de descanso do corpo e da mente, segundo especialistas.
Mas não é só a falta de sono que pode prejudicar a qualidade de vida. O contrário também pode significar problemas. Índices mais altos de doenças cardíacas foram constatados entre mulheres que dormem mais de nove horas diárias.
VEJA TODAS AS NOTÍCIAS.